Nocu

dentes-de-leite

No ano de 1967, fiquei na espera do tapão. Claro que não seria um tabefe igual ao que levo com mais seis anos.

Imaginei que seria uma bolacha de água e sal para uma menininha de três anos e pouco, a minha irmã bocuda.

Mas o meu pai riu!

 

Gargalhou.

Fez repetir para minha mãe.

Que também gargalhou até perder o fôlego.

No intervalo do Bonanza, percebi que meu pai estava muito preocupado com o que aconteceria com o Little Joe sem a namorada que morreu baleada.

 

Resolvi ajudar.

— Nocu!

 

Perdi os meus primeiros dentes de leite.

 

Da coletânea: Coração Peludohttp://cervejaerua.wordpress.com/

 

Anúncios

Por gentileza: comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s